sexta-feira, 31 de julho de 2009

A prática do Evangelho no lar


A prática do Evangelho no lar

O Evangelho no lar é uma reunião fraterna dos componentes do lar, visando transformar o lar terreno num ninho de amor, concordância colaboração e perdão entre integrantes da família. Podemos assim, transformar , aos poucos, a nossa casa material num aconchegante ponto de refazimento de energias espirituais. É uma prática universalista, mas devido ao estudo do evangelho, cria-se uma sintonia maior com a egrégora cristã.

Desde as primeiras horas do dia devemos nos preparar, guardando o coração sereno e o ambiente devidamente preparado com fé e amor em nossas relações.
No lar que se habitua a realizar o culto ou prática do Evangelho, os benfeitores espirituais, pouco a pouco, vão construindo cortinas de protecção fluidica, estendendo uma espécie de “pára-raios”, ou seja, uma barreira energética que protege nosso lar de ataques, amortece as vibrações negativas que nossos desafectos desejam lançar contra nós, dissolvem miasmas deletérios que se acumulam por causa das formas-pensamentos deixados por nós, pelas pessoas encarnadas e desencarnadas que adentram nosso lar.

A prática do evangelho no lar favorece, em nosso ambiente doméstico ou profissional, a entrada de luzes espirituais, que muitas vezes são bloqueadas por causa do ambiente energeticamente poluído por contágio com pensamentos, e sentimentos inferiores que por ali circulam no dia-a-dia. Pessoas reclamadoras ,invejosas, ciumentas e negativas costumam influenciar fortemente os ambientes, propiciando o acumulo de formas-pensamentos inferiores em consonância com os pensamentos e sentimentos desequilibrados.

Esse ambiente pesa mais ainda quando perturbado por pensamentos pessimistas e distantes do amor, constantemente estimulados através de notícias infelizes de crimes, de erotismo e de pessimismo, frequentemente veiculadas por meios de comunicações como rádio, televisão e jornal, ou por pessoas encarnadas e desencarnadas que se comprazem em falar sobre o mal e pensar em coisas negativas.

Durante a prática do Evangelho no lar é feita uma “faxina” no campo espiritual de nossa casa. Nossos benfeitores aproveitam esses momentos para fazerem a retirada de espíritos infelizes que porventura estejam “convivendo” connosco em nosso lar, encaminhando-os para locais no espaço onde eles serão elucidados e levados a melhorarem a si mesmos, em busca da própria felicidade.

Este culto é um poderoso instrumento de apoio moral para as pessoas que desejam realizar a sua reforma pessoal interior e ajudar-nos, imensamente, a superar problemas de relacionamento pessoal, seja no seio da família ou na sociedade de uma forma geral.
É comum, logo que iniciamos esse trabalho, sentirmos uma certa dificuldade, imposta por nossa falta de costume e aumenta por nossos inimigos espirituais que não desejam nossa melhora e crescimento espiritual. Mas no lar onde é acesa a chama do “Evangelho no lar”, sentem-se imediatamente os seus benefícios, tão logo sejam superadas as dificuldades iniciais e se adquira e estabeleça esse hábito salutar.

Objectivos principais.

Estudar e praticar, com nossas atitudes, o Evangelho no Jesus, protegendo nosso lar contra influências espirituais negativas, ao mesmo tempo em que favorecemos o trabalho dos espíritos protectores que actuam em nosso benefício.
Com o culto, dissolvemos, através de preces e de pensamentos positivos, as formas-pensamentos negativas, permitindo assim que a luz dos benfeitores espirituais encontrem fácil acesso nos lares e nos corações. Pelo momento de compreensão e união que ele oferece, proporciona uma vivência mais tranquila, fazendo florescer a paz no lar, além de auxiliar as pessoas necessitadas através da prece e das vibrações espirituais.

Como realizar

Escolha um dia e hora da semana em que se possa contar com a presença dos familiares. Quando não for possível, realize o culto com aqueles que estiverem presentes ou até mesmo sozinho.
Uma vez por semana, os familiares que aceitarem praticar o culto (por livre e espontânea vontade) devem se reunir no dia e horário predeterminado.
Pode-se escolher um dos presentes para dirigir a reunião, podendo ser feito um rodízio, caso desejarem.
Coloquem sobre a mesa um recipiente com água para ser fluidificada. Se houver necessidade, como em caso de enfermidade, colocar água em recipiente separado para essa pessoa.
Faça uma breve leitura preparatória, em voz alta, de alguma mensagem espiritualista.
Inspirado na leitura preparatória, abra a reunião com uma prece simples e espontânea, dirigida a Deus que poderá ser proferida pelo dirigente da reunião ou por qualquer participante.
Leia um pequeno trecho de O evangelho segundo o espiritismo e comente o trecho lido, com palavras simples e compreensíveis, buscando sempre aplicação dos ensinamentos de Jesus na conduta pessoal e na vida diária, podendo qualquer dos presentes participar dos comentários, com objectividade e clareza, evitando-se debates, discussões acaloradas e polémicas.
Realize, em seguida, uma prece, pedindo e mentalizando com muita fé pela paz da humanidade e pela fraternidade entre os homens, sem distinção de crenças ou condições sociais. Também vibre por todos os que estão presentes na reunião etc.
Para encerar, faça uma prece de encerramento de forma simples e espontânea. Pronto! Para manter a harmonia no lar durante a semana, basta agir de acordo com os ensinamentos!

Referencia :Christian spiritist study center

Um comentário:

Maria José disse...

Adoro o seu blog de alto conteúdo espiritual, que só nos leva ao crescimento moral. Por isso, quero compartilhar com você um selo, que se encontra no meu blog. Passe por lá para pegá-lo. Espero que goste. Abraços fraternos.